VEM PRO GOOGLE

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

sexta-feira, 25 de maio de 2012

NOVO PERFIL DA CGJ É TEMA DE PALESTRA DO CORREGEDOR-GERAL

Ivan Sartori - Cetra
        Servidores e magistrados do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) participaram ontem (22) da palestra Novo Perfil da Corregedoria-Geral da Justiça, realizada na sede da Associação Paulista de Magistrados (Apamagis).
        As explanações, feitas pelo corregedor-geral da Justiça do TJSP, desembargador José Renato Nalini, foram transmitidas em tempo real pela internet. Também participaram o juiz substituto em 2º Grau Edison Brandão, integrante da diretoria executiva da Apamagis e o  desembargador Irineu Jorge Fava que representou o presidente da Associação, desembargador Roque Antonio Mesquita de Oliveira.

CARTAS ROGATÓRIAS

A CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA, considerando o decidido nos autos do Processo nº 2008/83856 – DICOGE 2.2, DISPONIBILIZA, para conhecimento dos Ofícios Judiciais e Secretarias, os modelos de Cartas Rogatórias e Pedidos de Auxílio Jurídico em Matéria Penal (MLAT), bem assim as orientações emanadas pelo Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional – Coordenação-Geral de Cooperação Jurídica Internacional do Ministério da Justiça: 
- CARTA ROGATÓRIA MODELO GERAL ;
- CARTA ROGATORIA-MODELO JAPÃO ;
- CARTA ROGATÓRIA – OITIVA DE TESTEMUNHA-JAPÃO ;
- Modelo de Carta Rogatória – matéria civil – FORMULÁRIO A e B – EUA ;
- Modelo de Carta Rogatória – matéria civil – FORMULÁRIO A e B – MÉXICO – PANAMÁ – COLÔMBIA ;
- Modelo de Carta Rogatória – matéria civil – IRLANDA ;
- Modelo de Carta Rogatória Criminal – MLAT.doc ;
- Capítulo 3 – Pedidos de Cooperação Jurídica Internacional - constante do Manual de Cooperação Jurídica Internacional e Recuperação de Ativos, composto de dois volumes, lançado em 2008 pela Secretaria Nacional de Justiça do Ministério da Justiça.
- Requisitos para expedição de Carta Rogatória ao Japão

COMUNICADO CG. Nº 2381/2010 – TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO

A CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA, considerando o decidido nos autos do Processo nº 2008/83856 – DICOGE 2.2, DISPONIBILIZA, para conhecimento dos Ofícios Judiciais e Secretarias, os modelos de Cartas Rogatórias e Pedidos de Auxílio Jurídico em Matéria Penal (MLAT), bem assim as orientações emanadas pelo Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional – Coordenação-Geral de Cooperação Jurídica Internacional do Ministério da Justiça:
- CARTA ROGATÓRIA MODELO GERAL ;
- CARTA ROGATORIA-MODELO JAPÃO ;
- CARTA ROGATÓRIA – OITIVA DE TESTEMUNHA-JAPÃO ;
- Modelo de Carta Rogatória – matéria civil – FORMULÁRIO A e B – EUA ;

CÂMARA E SENADO TAMBÉM VÃO DIVULGAR SALÁRIOS DE SERVIDORES

http://intranet.tjsp.jus.br/images/imagemBranca.JPG
Congresso segue decisões do governo federal e do STF e publicará detalhes sobre vencimentos nas duas casas

Poderes aguardam norma do Ministério do Planejamento que vai definir padrão para divulgar informações

ERICH DECAT
GABRIELA GUERREIRO
DE BRASÍLIA
Os presidentes do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), decidiram ontem que divulgarão os salários dos servidores das duas Casas, como o Poder Executivo e o Supremo Tribunal Federal (STF) também farão.

A expectativa é que até amanhã o Ministério do Planejamento publique um ato normativo estabelecendo um padrão a ser adotado pelos três Poderes na divulgação dos salários dos servidores.

MINISTRA QUE PRESIDE TSE PÕE SEUS CONTRACHEQUES NA INTERNET

http://intranet.tjsp.jus.br/images/imagemBranca.JPG
Cármen Lúcia divulgou os valores dos salários que recebe no Supremo e no tribunal; valor líquido recebido é de R$ 23,2 mil

A ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, que atua no Supremo Tribunal Federal (STF) e é presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), divulgou ontem os seus contracheques.

Um dia após o STF ter decidido publicar de forma individualizada os salários de seus ministros e funcionários, Cármen Lúcia veiculou no site oficial do TSE a informação de que recebe R$ 26.723,13 do Supremo e R$ 6.413,52 do tribunal eleitoral.

SERVIDORES DA CAPITAL E DE OUTRAS 35 COMARCAS ACOMPANHAM PALESTRA PROMOVIDA PELO CETRA

        O Centro de Treinamento e Apoio aos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (Cetra) promoveu na manhã desta terça-feira (22) a palestra “A Contestação como Modalidade de Resposta do Réu”, ministrada pelo desembargador Antonio Carlos Marcato.
        Na abertura, o diretor assessor da Presidência do TJSP e coordenador do Cetra, Kauy Carlos Lopérgolo de Aguiar cumprimentou o palestrante e os presentes, lembrando que o objetivo do Cetra é promover o aperfeiçoamento constante dos servidores, através da realização de treinamento e capacitação. O desembargador Mohamed Amaro, ouvidor do TJSP, também estava presente.

JUÍZES E SERVIDORES PARTICIPAM DE EVENTO SOBRE REDES SOCIAIS

        O Tribunal de Justiça de São Paulo realizou hoje (22) o simpósio “Webcidadania e a democracia em tempos digitais”. O evento aconteceu no Salão do Júri do Palácio da Justiça e foi direcionado para magistrados e servidores com o objetivo de discutir o recente fenômeno mundial das redes sociais e como as novas mídias podem contribuir com o trabalho da Justiça. As palestras foram transmitidas pela internet e tiveram cerca de 600 acessos.
        O presidente do TJSP, desembargador Ivan Sartori, que é usuário ativo das redes e já manteve um blog, abriu o evento e destacou a importância desse novo modelo de comunicação para a democracia. “O cidadão passa a ter voz. E com o ingresso do TJSP no Facebook, Twitter e Youtube nos aproximamos mais dos servidores e jurisdicionados, que podem se manifestar pelas redes”, afirmou.

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO
A vida sempre vale a pena. Viva! Simples assim.

Quem sou eu

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

Arquivo do blog