VEM PRO GOOGLE

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

sexta-feira, 25 de maio de 2012

SERVIDORES DA CAPITAL E DE OUTRAS 35 COMARCAS ACOMPANHAM PALESTRA PROMOVIDA PELO CETRA

        O Centro de Treinamento e Apoio aos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (Cetra) promoveu na manhã desta terça-feira (22) a palestra “A Contestação como Modalidade de Resposta do Réu”, ministrada pelo desembargador Antonio Carlos Marcato.
        Na abertura, o diretor assessor da Presidência do TJSP e coordenador do Cetra, Kauy Carlos Lopérgolo de Aguiar cumprimentou o palestrante e os presentes, lembrando que o objetivo do Cetra é promover o aperfeiçoamento constante dos servidores, através da realização de treinamento e capacitação. O desembargador Mohamed Amaro, ouvidor do TJSP, também estava presente.
        Antonio Carlos Marcato - mestre, doutor e livre-docente pela USP, professor dos Cursos de Graduação, Mestrado e Doutorado da USP, autor de livros e artigos jurídicos - trouxe informações sobre questões como as respostas do réu; a contestação como ato processual de veiculação de defesas; defesas técnicas e defesas substanciais; princípio da eventualidade e ônus da impugnação específica; revelia e contumácia; e julgamento conforme o estado do processo.
        Além dos presentes, inúmeros servidores acompanharam a palestra a distância, em tempo real: 35 comarcas transmitiram a aula, via sistema de Ensino a Distância (EAD), que tem como gestora a Secretaria de Tecnologia da Informação (STI) do Tribunal de Justiça. No Fórum João Mendes Jr, cerca de 450 pessoas assistiram à palestra, parte delas no auditório e outras por meio de telão instalado no andar superior. No total, o Cetra contabilizou 1.640 inscrições.
     
        Confira o local, a data e o tema do próximo encontro:
        Local: “Sala do Servidor” - Fórum João Mendes Júnior
        Praça João Mendes, s/n, 16º andar, sala 162
        Horário: das 10 às 12 horas


        Programação:
        Dia 5 (terça-feira) - Superendividamento: A Vulnerabilidade do Consumidor. Aula com o promotor de Justiça Roberto Senise Lisboa (promotor de Justiça do Consumidor em São Paulo, doutor e livre-docente pela USP, professor de Direito Civil e do Consumidor da UniFMU, professor de Direito Internacional da PUC/SP, autor de vários livros e artigos jurídicos)
        Para se inscrever basta acessar o link http://intranet.tjsp.jus.br clicar na opção CETRA (localizada na área de “Informações para Funcionários”). Clicar em inscrições/consulta/certificado > capital ou interior > digitar o usuário e senha AD (mesmo login utilizado para acessar o seu computador, e-mail, frequência ou férias) > selecionar a aula > confirmar.
        O projeto conta com o apoio da diretoria do Fórum João Mendes Júnior, Centro de Apoio aos Juízes (CAJ), as Secretarias de Recursos Humanos (SRH), de Tecnologia da Informação (STI) e de Primeira Instância (SPI).

        Comunicação Social TJSP – HS (texto)
        imprensatj@tjsp.jus.br
Postar um comentário

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO
A vida sempre vale a pena. Viva! Simples assim.

Quem sou eu

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

Arquivo do blog